segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Mais amor, por favor!


Estou confusa e um tanto quanto incrédula!
É possível um jovem declarar amor eterno a alguém que conheceu a cerca de 1 mês...mesmo sendo 1 ano... acredito que os valores do que seja realmente o amor estejam totalmente invertidos!
O amor virou algo tão banal quanto ouvir na TV que o outro político foi acusado de corrupção.
Falar EU TE AMO virou sinônimo de TE CURTO MUITO.
-Nãooooo!!!!!!! Estou desesperadaaa!
O amor que você sente é uma dependência que em muitos, e muitos casos, chega a ser inacreditável! Você se torna tão carente por falta de amor próprio que qualquer pessoa que lhe passe a mão na cabeça já se torna amor eterno...
A outra pessoa assume o lugar de alguém divino e lhe cega!
Isso, pra mim, tá longe de ser AMOR.
Acredito que para amar alguem, você não precisa depender do outro. A sua autonomia é o principio básico da existência de um relacionamento.
Ouvir amig@s falando que só saem se for com a pessoa amada, se ele deixar...se...se...se...se...se....SE LIMITAR! Isso não é amar!
Amor é você admirar uma outra pessoa com suas qualidades e defeitos e saber que ela precisa viver independente se seja eternamente com você.
É saber que a outra pessoa também possui sonhos e que muitas vezes esses sonhos não encaixam com os seus, mas nem por isso você deverá prende-la, pois se você a ama você sabe que ela pode ir muito mais além!
Planejar um futuro com alguém que acaba de conhecer soa tão estranho, pois como você pode trilhar um caminho com alguém, se você não trilhou ainda o seu próprio caminho?
A minha indignação, se você se pergunta porque eu falo tudo isso, vem do noticiário nos primeiros dias do ano ao ouvir quantos jovens foram mortos ou atingidos físicamente e psicologicamente por esses falsos amores baseados na dependência.
E o pior de TUDOOO ISSOO é ter que ouvir a repórter da TV falando que temos que tomar cuidado com quem escolhemos para amar!
A GENTE ESCOLHE O AMOR? Repito isso não é amor!
A repórter poderia ter sido muito mais sensata e dito: ”Temos que tomar cuidado com quem escolhemos para nos relacionar”. Isso sim é uma escolha.
De acordo com o dicionário Aurélio amor é: 1. Sentimento que predispõe alguém a desejar o bem de outrem.
DESEJAR O BEM! Não é matar, não é machucar, não é prender, não é depender, não é proibir, não é limitar....
AMAR é ser FELIZ na SIMPLICIDADE do seu SORRISO!
Uma boa tarde e MAIS AMOR, POR FAVOR!

P.S: Irritação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário