domingo, 18 de março de 2012

Fazer da ausência presença

Só leia após apertarPlay!
Hoje.
Somente por hoje!
Não mais por muito.
Quem sabe...
Um pouco mais,
Dois dias ou três...
Talvez uma semana.
E já basta!
Sim BASTA!!!
Minha saudade já estará tamanha.
Não sei controlar meus instintos.
Não sei sentir a falta do seu ar quente quando me abraça.
E isso é tão bonito!
Não sei ficar sem seu cobertor.
Não sei...
Não aprendi a ser distante.
Que estranho, afinal,
Nada mais é que pura atração.
Será mesmo??
Mesmo que agora eu queira estar ao seu lado.
Eu resistirei.
Serei forte,
Distante,
AUSENTE.
Mas tenho medo!
E vontade de gritar...
Se minha ausencia for conveniente,
Se não lembrar de mim,
Se não sentir falta?!
O que faço????
E como serão as minhas semanas sem seu sorriso?
Mesmo assim serei ausente.
Quero experimentar, tentar.
E se minha ausencia não for presença.
Me desculpe...
Mas, algumas coisas cansam.
Outras coisas machucam.
Algumas doem demais.
Então, o que eu faço????
Se tudo é tão bonito?
Sim, mesmo assim eu vou dizer: BASTA!
Por mais que minha vontade seja sussurrar
 Eu Te Amo!


Bom domingão,
P.S: Esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário