terça-feira, 30 de outubro de 2012

Os desafios da solidão

Suas escolhas te trouxeram até aqui: um quarto vazio, uma música triste, um vinho barato e solitária. O telefone não toca, ninguem liga para saber como está. Faz algum tempo que não recebe uma mensagem de "Durma com os anjos!" Sentada frente ao computador vê seus amigos e conhecidos construindo familias: casando, tendo filhos, namorando. E vê que suas escolhas lhe trouxeram até aqui: Até a solidão.
Os garotos que você gostava e tinham todos a sua disposição, possuem outra vida, outro alguém. É dificil reconhecer: "Mas você foi trocada (...) mais uma vez, e mais uma vez (...)!"
Pensar "O que fiz de errado?" parece soar como um mundo de defesas, medos, distanciamentos, barreiras e de querer ser livre.
Liberdade que lhe possibilitou ter asas para ter quem quiser sem se prender. Não se prendeu. E suas escolhas lhe trouxeram até aqui: uma vida só.
Seus vinte e poucos anos já aparentam em seu rosto, em seu corpo, em seu jeito. O sorriso não é mais o mesmo, perdeu a doçura, perdeu o carisma, está fria, seca e durona. Para alguns se tornou "careta"!
Você preferiu amar os estudos, se dedicar aos livros, construir uma carreira.
Você preferiu correr atrás do sucesso, viver os seus próprios sonhos e agora suas escolhas te trouxeram até aqui: você não imagina seu futuro com outra pessoa.
Seu futuro é solitário, repleto de desejos e sonhos para ter liberdade, para se sentir livre, para viver o que você sempre sonhou, sozinha.
Suas viagens tão planejadas só há você e sua máquina.
Seu projeto arquitetonico de casa só tem o seu quarto desenhado.
Como parece ser sofrido para você, vejo suas lágrimas, mas suas escolhas te trouxeram até aqui: a amar somente a si.
E amando somente a si você esqueceu de ensinar o outro a te amar. E com medo de ser só você esqueceu de se valorizar e tudo passou, e todos passaram, e ninguem ficou...
Ninguem ficou para te dar um abraço agora, ou dizer que "tudo ficará bem".
Você é o seu conforto, mas não há mais forças para tentar se proteger!
Hoje vejo você se derramando em dor, em lágrimas em pedidos de ajuda, de atenção, sem ser ouvida!
Hoje vejo em seus olhos uma mulher tão nova e arrependida..."Se eu tivesse feito outras escolhas, se eu tivesse sonhado menos, se eu tivesse aproveitado mais."
Mais ainda se é jovem, são apenas vinte e poucos anos.
Ainda se há tempo para dizer que ama, para se permitir a amar, para deixar ser amada, para lutar e correr atrás de alguém, não apenas de seus sonhos, é possivel se fazer planos com outro alguém.
.
E você me diz "Quem foi que disse que o dificil é amar e ter alguem?!" E eu digo "Você é a prova de que escolher a solidão é viver uma ilusão entre o medo e a liberdade em que a dor é maior, pois não se tem o que ganhar e nem o que perder, somente o sofrer de uma vida só!"
.
E suas escolhas te trouxeram até aqui: Ainda há tempo de colocar outra taça de vinho à mesa!

Boa noite!
P.S: Carente!


segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Mas eu só...

...Queria que você estivesse aqui, pra me dar um abraço, um suporte, um carinho e me dizer que não estou só!
P.S: Dor!

sábado, 20 de outubro de 2012

O momento da espera: Carona

E sabe quando você se apronta que nem uma louca para poder ir pra balada?
Acha que está atrasada para a carona te buscar e que o mundo vai acabar se não estiver pronta em meia hora?
Então, você se arruma, se maquei, ajeita o cabelo, para ficar mais tempo esprando a carona do que na balada.
É a vida!
Mih por Michelle Morelo.
Enquanto isso atualizou o blog com algo sem conteúdo e brinco de tirar foto!

Hoje a Sexta promete!
P.S: Paciência!

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Quando a esmola é muita...

E não adianta vir com pressão para cima de mim.
E nem com argumentos perfeitos sem pontos negativos.
.
Pense bem na seguinte situação:
-Alguém chega lhe vendendo o melhor produto do mundo. Cheio de benefícios sem pontos que desabonem a oferta. É algo imperdível e único e você tem somente aquele instante para decidir.
"Compre hoje e você leva esse lindo produto sem utilidade alguma!"
-Agora lembre daquela roupa, bolsa, sapato...que você adorou quando viu e que a vendedora lhe fez a oferta irresistível  para você logo levar e pressionou falando que era a última peça. Você compra, leva e na loja mais a frente você vê o mesmo produto pela metade do preço.
-Então, agora volte a outras situações de sua vida e veja que a grande parte das suas decisões tomadas por impulso foram frustrantes, decepcionantes ou imaturas.
.
Sinto-lhe dizer mas é isso que acontece quando o produto não é muito bom, a pressão faz parte do negocio, é tudo "jogada de marketing". Ter tempo para pensar a respeito, relacionar os prós e os contras é uma tarefa dificil, principalmente quando envolve outras pessoas e muitas vezes não se há esse tempo para discutir e formular conceitos sobre algo.
.
Imagem da Rede.
Agora pare e pense quando fazem esse tipo de barganha com a sua formação acadêmica, vendem propostas tentadoras que facilitam a vida dos departamentos e reitorias e formam estudantes sem competencias e habilidades técnicas necessárias para a carreira profissional. E sabe o que é pior, a gente COMPRA!
Ah só mais uma coisinha: sabe o que está em extinção?? A NOSSA EDUCAÇÃO!

P.S:Mentira!

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Puzzle

Hoje juntei peças de um quebra-cabeça.
Parecia fácil montá-lo, 
mas depois de meses percebi que a imagem que eu buscava estava errada e,
 por isso, sobrava tantas peças.
Hoje está pronto, completado, finalizado.
A imagem não era o que eu esperava, nem tão pouco a desejada.
Mas gostei do que vi: era uma imagem sincera de uma paixão fracassada.
Aprender a colocar as peças no lugar é realmente algo fundamental.
Afinal, chega uma hora que você tem que desfazer tudo para Recomeçar!
So, Let's Go!

P.S: Desafio

 

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Inv(f)erno

Lá fora a chuva cai, grossas gotas fazem melodia nas poças d'agua. 
O vento sopra as cortinas, num uivo intimidador. 
A temperatura cai bruscramente. Sinto frio. 
Uma camiseta achada ao acaso no guarda roupa veste a parte superior. 
Já as pernas um cobertor qualquer. Me aqueço. 
Mas o coração, AH O CORAÇÃO! 
Este sinto a congelar.
Neva em minhas veias. 
Cubos de gelo passeiam livremente por caminhos estreitos e tortuosos 
causando pequenas sensações de calafrios.
Suspiros infinitos em tentativas de conter esse clima que se espalha rapidamente.
Em vão. 
Pensamentos mil, devaneios.
Petrifica-se os desejos.
Hiberna-se o AMOR.
Para que em algum verão venha a se aquecer.
Pegar fogo e arder de paixão!

P.S: Esperança!