sábado, 3 de novembro de 2012

Era uma vez...

O momento da sua chegada envolve ansiedade, paixão, vontades.
Mas, todo chegada sua corresponde a um Tchau.
No começo era como um Até Logo...
.
Estava sentada em uma mureta rindo com meus amigos. O esquema estava feito: quem cada um ficaria. Mas você chegou. Meu mundo parou quando te vi. Senti que você era diferente. Seu jeito me cativou. Eu simplesmente sorri.
E daquele momento em diante eu quis você.
E quando você me beijou e deitou no meu colo, e enquanto conversavamos e riamos...
Eu tinha certeza que era você que eu queria.
Seus dias estavam contados, você não pertencia mais ao meu mundo. Tinhamos hora e tempo cronometrado por uma ampulheta. A conquista, os desejos, o momento. Estar entre seus abraços foi estar na eternidade.
.
O tempo se passou e o gostinho de quero mais ficou.
E eu fui atras das vontades, do carinho, dos abraços,
Fui uma e mais uma vez.
E nos vimos, e nos reencontramos, e nos despedimos.
E meu coração ficou confuso nessas idas e vindas.
.
Ontem, ao ver seu carro perdi o ar. O sorriso estendeu-se de orelha a orelha. O coração palpitou.
Me olhei pela última vez no espelho. Sai em sua direção, respirei fundo e abri a porta do carro.
"Como é bom estar ao seu lado!"pensei.
E fomos conversando e rindo. E a noite se tornou adorável.
E eu sabia mais uma vez, a cada segundo que eu te olhava, me sentia segura com você!
A noite foi caindo os minutos passando e eu queria prolongar cada miléssimo de segundo, mas o tempo atravessava meu coração como uma lança.
E as palavras já não mais saiam...minha voz não era mais a mesma, estava sufocada, impedida de dizer o quanto eu te queria comigo.
.
Ontem, seu carro parou novamente em frente da minha janela. E ao descer percebi que nosso Tchau dessa vez foi sinônimo de Adeus! Mas a história ainda não teve um fim!

Boa tarde!
P.S: Medo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário